Seja bem vindo ao AVRILMIDIA.com, o primeiro site sobre a Avril Lavigne do Brasil. Online desde 2002, somos lembrados pelo design inovador, constantes atualizações nas notícias, conteúdo completo e direto, atualizações na galeria de fotos, vídeos legendados, entre outros. Nos esforçamos para trazer aos fãs da canadense o melhor e da forma mais clara e objetiva.

Avril compartilha informações sobre seu novo álbum e assina com a BMG

Avril compartilha informações sobre seu novo álbum e assina com a BMG

Segurem as emoções! Após divulgar no natal do ano passado que lançaria um novo álbum em 2017 e publicar alguns trechos das letras das músicas desse projeto em seu Instagram, foi divulgada hoje pela Billboard uma entrevista com Avril Lavigne na qual ela fala sobre seu novo lançamento e sua nova...
Avril é eleita a canadense mais famosa de todos os tempos

Avril é eleita a canadense mais famosa de todos os tempos

Avril Lavigne foi eleita pelo MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) como a personalidade canadense mais famosa de todos os tempos. O MIT é uma das instituições universitárias mais importantes dos Estados Unidos e também um dos líderes mundiais em ciência e tecnologia. Para realizar as pesquisas, o instituto coletou dados de pessoas a...

fly_avrilmidia01

Avril Lavigne está na capa da revista americana ABILITY desse mês, na qual aparece com imagens do clipe de Fly e uma entrevista exclusiva. No papo, a cantora comentou sobre seus futuros e atuais projetos, que incluem filme, nova coleção da Abbey Dawn e novas músicas, e fala também sobre vida após contrair a doença de Lyme.

Leia a tradução completa da entrevista abaixo.

Lia Martirosyan: O que te motivou a criar uma fundação?

Avril Lavigne: Desde o início da minha carreira, a fundação Make-A-Wish me dizia que existiam pessoas que queriam me conhecer, então eu fui para os hospitais e vi as pessoas que estavam doentes ou tinham uma deficiência. Foi muito comovente e me fez querer começar a minha própria fundação. Eu a lancei em 2010. Todo ano, para o meu aniversário, nós fazemos uma campanha de angariação de fundos. E no passado, para o meu 30º aniversário, nós juntamos dinheiro suficiente para levar 30 atletas para as Olimpíadas Especiais.

Martirosyan: Isso é emocionante.

Lavigne: É, sim. Eu fiz programas em parceria com a Easter Seals no qual nós mandamos um grupo de crianças para um acampamento. Quando eu os visitei, eles ficaram tão felizes que eu pensei, “Oh, meu Deus, eu tenho que me envolver!” A nossa última grande parceria foi com a Special Olympics, porque nós temos uma missão similar. Eu escrevi uma inspiradora música, “Fly”, há uns dois anos para a minha função; é sobre ajudar as pessoas e dizer para eles não desistirem, não importa o quão difícil as coisas tornem-se. No iTunes, todo o arrecadamento irá para as Special Olympics. Eu também filmei um vídeo para a canção, e os atletas são as estrelas. Estamos conversando sobre uma performance minha nos Jogos Mundiais de Verão da Special Olympics, em Los Angeles.

Martirosyan: Isso deve ser divertido.

Lavigne: Sim!

Martirosyan: O vídeo com os atletas da Special Olympics foi filmado em Los Angeles?

Lavigne: Nós filmamos no Canadá, e quatro dos trinta atletas que eu estou patrocinando irão participar dos jogos. Também terá uma corrida de revezamento lá e eles vão tocar minha música. É muito legal.

Martirosyan: Isso soa muito bem.

Lavigne: A Special Olympics possue instalações excelentes e eles fazem um ótimo trabalho, estou muito feliz pela parceria com eles.

Martirosyan: Tenho certeza que eles sentem da mesma maneira. Você enfrentou alguns desafios recentemente. Sente-se à vontade para falar sobre quando você conseguiu o seu diagnóstico?

Lavigne: Foi um longo e frustante processo, mas o tempo todo eu sabia o que eu tinha. Eu fui a salas de emergência, vi inúmeros médicos e especialistas, e nenhum poderia me dizer o que era, mas eu continuei dizendo: “Eu sei que é Lyme.” E eles estavam tipo, “Não, as pessoas não pegam isso.” Finalmente eu fui a um especialista na doença de Lyme e recebi o teste correto. Foi um alívio finalmente ter uma resposta.

Martirosyan: Como está você agora?

Lavigne: Eu estou bem. Foi uma longa caminhada. Estive em tratamento durante vários meses e eu ainda tenho mais alguns para enfrentar. Muito em breve eu estarei 100% recuperada, e isso estará para trás. Meu doutor disse que eu estou me recuperando mais rápido do que ele pensou que seria. Estou muito grata, porque eu só tive isso por sete meses antes de conseguir o tratamento. Muitas pessoas tem a doença por anos e alguns enfrentam anos de tratamento. O meu provavelmente durará cerca de nove meses no total.

Esta experiência me proporcionou um grande tempo de inatividade e perspectiva. Vou sair disso mais forte e mais experiente. Tenho sido capaz de continuar projetos como lançar Fly e trabalhar com a Special Olympics. É algo que eu tinha planejada há mais de um ano e está acontecendo agora, então está tudo funcionando bem.

Martirosyan: Por curiosidade, qual tratamento você está fazendo?

Lavigne: O inseto se transforma em vários organismos. Você tem que usar diferentes antibióticos que matam as várias formas, porque é um inseto inteligente que sofre mutações. Você não pode tomar apenas um antibiótico. Eu estou tomando alguns diferentes antibióticos num plano que foi feito especificamente para mim. As pessoas devem sempre consultar seu médico. A minha médica tinha a doença, na verdade, e ela é provavelmente a melhor por aí.

Quando eu tive meu primeiro exame, o resultado foi inconclusivo, o que normalmente significa que há algo. Existem diferentes laboratórios que você deseja usar e muitos médicos são contra eles… Mesmo que você tenha sido testado, saiba que existe falsos positivos e falsos negativos, então você precisa de um médico especialista na doença de Lyme que sabe o que está fazendo.

Martirosyan: Como você adivinhou que era isso que você tinha o tempo todo?

Lavigne: Porque meus sintomas eram padrões. E eu tinha dois amigos dizendo, “Eu nunca te vi assim, acho que você tem Lyme.” E eu tava tipo, “O que é isso?” Então eu fiz um monte de pesquisas sobre a doença.

Martirosyan: Bom pra você.

[NOTA DO EDITOR: dentro de uma a quatro semanas após ter sido picado por um carrapato infectado – muitas vezes em uma área rual – muitas pessoas começam a sentir os primeiros sintomas da doença: uma erupção seguida de sintomas gripais. As bactérias podem espalhar, infectando as articulações, coração e sistema nervoso, enquanto causam uma série crescente de doenças.]

Lavigne: Onde você mora?

Martirosyan: Estou morando em Los Angeles.

Lavigne: Há um maior número de casos na Costa Leste, porque é mais prevalente lá, mas também existe na Califórnia. Alguns médicos só oferecem tratamento eficaz, o que funciona se você ver a picada e começar o tratamento imediatamente para evitar a propagação. Mas se você já tiver por um tempo, você precisa de uma abordagem diferente para o tratamento. Você precisa ser seu próprio advogado. Escute a si mesmo e ao seu instinto. Faça o tanto de pesquisa que você puder. Não pare até você obter as respostas que você que são certas para você.

Martirosyan: Isso é um bom conselho. Quais são seus planos? Você estará reavaliando sua saúde antes de sair em turnê de novo?

Lavigne: Estou entre 80% a 85% melhor. É um processo e eu posso ver a luz no fim do túnel. Minha saúde é a minha prioridade, mas eu me senti bem o suficiente para gravar uma música algumas semanas atrás. Tenho alguns projetos de filme que estou me preparando para trabalhar. Fiz um concurso de estampas para camisetas com meus fãs e toda a arrecadação apoiará a The Avril Lavigne Foundation e a Special Olympics. Abbey Dawn é uma linha de roupas que eu estou relançando. As coisas estão avançando. Você não pode deixar os obstáculos te derrubar. Você tem que se manter positivo e continuar tentando, o que é, como vocês sabem, o slogan da Special Olympics.

A matéria original, em inglês, você confere no site oficial da revista clicando AQUI.

The following two tabs change content below.

Rafael

Diretor de Redes Sociais e Redação do AVRILMIDIA.com.
Noticia anteriorAvril Lavigne responde perguntas de fãs pelo Twitter do iHeartRadio Proxima noticiaAvril Lavigne entre as mulheres mais influentes do Twitter