Seja bem-vindo(a) ao AVRILMIDIA.com, o primeiro site sobre a Avril Lavigne do Brasil. Online desde 2002, somos uma das melhores fontes da internet sobre a cantora com constantes atualizações nas notícias, conteúdo completo e direto, atualizações na galeria de fotos, vídeos legendados, entre outros. Nos esforçamos para trazer aos fãs o melhor e da forma mais clara e objetiva.

Assista ao novo videoclipe de Avril Lavigne, "I Fell In Love with the Devil"

Assista ao novo videoclipe de Avril Lavigne, “I Fell In Love with the Devil”

Uma das melhores faixas do novo disco de Avril Lavigne acaba de ganhar um videoclipe! Dentre as inéditas, a canção também é a favorita da canadense, como ela mesma contou em post no Instagram, depois de surpreender os fãs com uma performance não anunciada da música no programa de James Corden...
Ouça "Head Above Water", o novo álbum de Avril Lavigne!

Ouça “Head Above Water”, o novo álbum de Avril Lavigne!

Head Above Water, o sexto álbum de estúdio de Avril Lavigne, finalmente foi lançado! Após mais de 5 anos de espera, a canadense nos presentou com 12 canções inéditas, incluindo uma parceria inesperada com Nicki Minaj na versão digital do disco, e, mais uma vez, junto de seus colaboradores, esteve à...
Changes?: documentário em homenagem aos 15 anos de carreira de Avril

Changes?: documentário em homenagem aos 15 anos de carreira de Avril

Projeto especial no ar! Há 15 anos, no dia 14 de maio de 2002, Avril Lavigne lançava seu single de estreia chamado Complicated e dava o pontapé inicial no que viria a ser uma longa e bem sucedida carreira. Mas, de lá pra cá, muita coisa mudou. Quando Avril surgiu...

Você está em Site > Extras > Entrevistas > Steve Fekete.

Veja abaixo uma entrevista exclusiva que o AVRILMIDIA.com fez com Steve Fekete, da banda de Avril.

___________________________________________________________________________________

2014_entrevistas_steve

Entrevista realizada por: AVRILMIDIA.com.
Ano: 2008.
Descrição: Primeira entrevista exclusiva de Steve Fekete a um site brasileiro. Steve entrou para a banda da Avril para substituir Devin Bronson.

ENTREVISTA TRADUZIDA:

AVRILMIDIAConte-nos um pouco sobre você. Quando você começou a tocar e quais foram suas influências?

STEVE – Eu cresci em North Brunswick, NJ, comecei a tocar aos sete anos e sempre fui muito envolvido com a arte. Eu amo cinema e por um tempo eu queria ser ator. Eu estudei música em Boston e morei lá por um tempo antes de me mudar para Los Angeles. Há muitas influencias musicais para listar, mas algumas incluem: The Beatles, Rolling Stones, Eric Clapton, Peter Gabriel, Dire Straits, The Police, Led Zeppelin, Queen, Pink Floyd, etc.

AVRILMIDIA – Com quem você trabalhou antes? E qual a diferença em trabalhar em um concerto de uma popstar?

STEVE – Eu trabalhei mais com artistas independentes, ambos ao vivo e em estúdio. Tocar com uma popstar é diferente de várias maneiras, mas principalmente pela quantidade de pessoas nos bastidores que tomam conta de muitas coisas para nós, desde montar o palco e guardar os equipamentos até reservar hotéis e passagens. E estar tocando em arenas grandes em todo o mundo é muito emocionante.

AVRILMIDIA – Você conhecia o trabalho da Avril antes de trabalhar com ela? Quando entraram em contato com você para o cargo e quais seus primeiros pensamentos sobre a oportunidade?

STEVE – Eu era fã das músicas da Avril antes de participar dos testes para a banda. Eu fui chamado para participar da primeira fase dos testes. Eu poderia me ver trabalhando com ela e queria muito o cargo.

AVRILMIDIA – Através do MySpace, podemos ver que você ama rock’n’roll, o que você acha do cenário musical atual e da predominância de marketing ao invés do talento?

STEVE – Eu acho que a indústria musical esta passando por uma fase incrível. Mais e mais músicos estão fazendo independente e seguindo suas próprias regras. Se você tem uma visão do que você quer ser como um artista, você tem que acreditar em si mesmo e batalhar para se tornar aquilo. Se o objetivo é fazer música, e depois trabalhar com pessoas que vão comemorar seu talento e ajudar você a desenvolvê-lo. Quando o objetivo é dinheiro, a música sofre muito. Eu acho importante focar em marketing e visual, contando que não seja para disfarçar a falta de talento.

AVRILMIDIA – Qual a melhor parte de estar em uma turnê mundial? Você está ansioso para visitar algum lugar? E como é estar em uma cidade diferente todo dia?

STEVE – A melhor parte de estar em uma turnê dessa magnitude é a oportunidade de tocar para pessoas de todo o mundo e viver experiências de as várias culturas de cada país. Algum dos muitos lugares que estou ansioso para visitar da nossa programação atual é Budapeste, Tóquio, Toronto, Paris e Milão. Eu também adoraria visitar a América do Sul e Austrália. Estar em uma cidade diferente a cada dia é excitante porque você pode ver muito em pouco tempo, apesar de não podermos ver tudo o que a cidade oferece.

AVRILMIDIA – Quais os artistas que você gostaria de trabalhar no futuro? E você escreve músicas?

STEVE – Eu adoraria trabalhar com artistas como Eric Clapton, Foo Fighters, Tom Petty, Sheryl Crow, John Mayer, Neil Finn, etc. Eu escrevo mais com outras pessoas, focando na parte da melodia. Espero poder compor mais no futuro.

AVRILMIDIA – Qual a primeira coisa que vem a sua cabeça quando falamos ‘Brasil’? Você já veio aqui? A turnê The Best Damn Tour virá ao nosso país?

STEVE – Sendo um grande fã de cinema, a primeira coisa que eu lembro é do filme Brazil do Terry Gillian, apesar de eu saber que o filme provavelmente não reflete o país. Eu nunca fui ao Brasil, mas espero fazer isso um dia.

AVRILMIDIA – Você toca outros instrumentos além do violão/guitarra? Se sim, quais e há quanto tempo você os toca?

STEVE – Eu cresci cantando e tocando violão desde os sete anos de idade. Eu aprendi sozinho a tocar piano uns anos depois, aí eu aprendi a tocar baixo e bateria uns cinco anos, mas tarde, quando eu comecei a tocar em bandas.

AVRILMIDIA – Como a banda recebeu você? Você conhecia algum deles antes? Vocês têm tempo para visitar alguns lugares nas cidades que passam? Se sim, vocês vão juntos? Como é passar o tempo com Avril?

STEVE – A banda foi muito acolhedora desde o momento que fiz o teste. Eu já conhecia o Jim quando fizemos faculdade juntos em Boston. Na verdade, nós tocamos na mesma banda lá. Eu já tinha ouvido falar do Steve (Ferlazzo) porque ele morava em Boston, mas só fui conhecê-lo depois que me mudei para Los Angeles. Eu tinha visto o AL e o Rodney em várias aparições na TV no ano anterior. Nós todos fazemos o possível para visitar os lugares juntos e a Avril é muito divertida, mas ela é muito ocupada com outras coisas além da turnê quando estamos na estrada.

AVRILMIDIA – Você tem tatuagens? Quais são elas e quais os significados por trás?

STEVE – Não, não tenho tatuagens… ainda!

AVRILMIDIA – Qual foi o seu momento mais embaraçoso? Você estava sóbrio?

STEVE – É difícil pensar em um só momento que eu tenha passado vergonha. No palco, incluiria estar tão bêbado que eu sabia que o resto do show seria estranho sem importar o quanto eu tentava ficar atento. Isso foi quando eu decidi nunca mais beber antes de me apresentar. Eu tento aprender com cada momento embaraçoso.

AVRILMIDIA – Deixe uma mensagem a todos os fãs brasileiros da Avril Lavigne e diga o que podemos esperar da The Best Damn Tour.

STEVE – Eu estou tão agradecido por todo o apoio recebido pelos fãs brasileiros da Avril desde que entrei na banda. Espero que possamos ir ao Brasil com essa turnê, de verdade. Se nós formos, esperem um show muito animado!